Pós do IMD será 1ª das UF’s a ensinar metodologias ativas de aprendizagem – Notícias – Educação – Nominuto.com

Ascom/IMD Especialização inédita do IMD, com 500 vagas abertas, visa formar educadores e profissionais da área de Ensino no modelo de Educação 4.0.

A nova pós-graduação do Instituto Metrópole Digital (IMD/UFRN) será a primeira das universidades federais do Brasil a trabalhar o tema de metodologias ativas aplicadas de aprendizagem. A especialização inédita, com 500 vagas abertas, visa formar educadores e profissionais da área de Ensino no modelo de Educação 4.0.

Oferecido a distância, o curso pode ser feito por qualquer pessoa do país ou do mundo, desde que tenha documento de identidade (CPF ou passaporte). Segundo o coordenador do curso e professor do IMD, Charles Madeira, a nova especialização surgiu para ajudar a Educação a evoluir frente às mudanças ocorridas na sociedade e no mundo do trabalho nos últimos anos.

“A revolução tecnológica vem se consolidando fortemente e isso tem requerido dos profissionais um perfil de resolvedor de problemas, que usa muito mais da capacidade cognitiva para promover a resolução desses desafios num mundo cada vez mais complexo”, comenta Madeira.

Das 500 vagas, 450 são abertas ao público externo e 50 são para capacitação interna da UFRN. As inscrições seguem abertas até o dia 10 de julho e podem ser feitas por meio do Sistema Integrado de Gestão de Atividades Acadêmicas (SIGAA) (buscar por “Metodologias Ativas”).

O processo seletivo do curso consistirá em homologação das inscrições e análise do currículo, conforme explica o vídeo. Todo o processo é regido pelo Edital nº 001/2022.

Renovação do ensino e aprendizagem

Segundo Charles Madeira, os últimos dois anos evidenciaram ainda mais as demandas por renovação no processo de ensino e aprendizagem, sendo esse um dos motivos para a elaboração da especialização com essa proposta.

Para isso, o IMD uniu a sua vocação natural na área de Tecnologia da Informação (TI) com a experiência do seu bem-conceituado Programa de Pós-graduação em Inovação em Tecnologias Educacionais (PPgITE), criando uma especialização com uma nova perspectiva para a educação, que pode ser conferida neste vídeo.

“Um dos diferenciais da EMAA é o seu viés prático, que estimulará os cursistas a colocarem ‘a mão na massa’, aplicando as metodologias ativas no seu dia a dia”, comenta Charles Madeira. Para isso, o curso contará com uma ampla estrutura de apoio, que inclui 10 docentes, 10 tutores e coordenações pedagógica, de tutorias e de Trabalho de Conclusão de Curso (TCC).

Além disso, a especialização conta com uma grade curricular composta por 12 módulos, cada um com carga horária de 30h. São eles: Aprendizagem Criativa, Aprendizagem Híbrida e Móvel, Aprendizagem Baseada em Problemas e Projetos, Storytelling na Educação, Aprendizagem Baseada em Jogos Digitais, Gamificação na Educação, entre outros.

Uma apresentação geral da matriz do curso pode ser conferida na playlist.

Aulas

Previstas para começarem no dia 10 de setembro, as aulas síncronas (ao vivo) serão realizadas aos sábados e contarão com salas virtuais para facilitar a interação entre alunos, tutores e professores durante toda a semana.

Os módulos, que juntos somam 360h de carga horária, ocorrerão dentro de uma sequência integrada, possibilitando aos pós-graduandos uma preparação progressiva para o emprego das diversas metodologias ativas estudadas.

Todas as informações sobre o ingresso na especialização, bem como detalhes do funcionamento da pós-graduação estão disponíveis no site oficial da EMAA e no canal do Telegram.

Dúvidas também podem ser esclarecidas pelo Whatsapp do curso.

Fonte: nominuto.com/noticias/educacao/pos-do-imd-sera-1-das-ufs-a-ensinar-metodologias-ativas-de-aprendizagem/227036